sábado, 7 de janeiro de 2012

Passeata lembra 18 anos da chacina da Candelária, no centro do Rio Houve missa na igreja; manifestantes percorreram a avenida Rio Branco Para lembrar os 18 anos da chacina da Candelária, representantes da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, integrantes de ONGs (Organizações Não Governamentais) e a sociedade civil participam na sexta-feira (22/ 07/11) de uma passeata e da missa pela morte das vítimas do massacre. A iniciativa é da Pastoral do Menor Regional Leste 1, do Rio de Janeiro, em parceria com diversos grupos da sociedade civil, que, há 18 anos, realizam atividades em virtude da lembrança da chacina, como uma forma de reagir às violações dos direitos humanos cometidos contra crianças e adolescentes. O lema da iniciativa é "A Luta pela Vida! Lembrar é Reagir! Esquecer é Permitir". O interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, babalawo Ivanir dos Santos, disse que o objetivo do protesto é agregar pessoas, instituições, movimentos e o governo para reagir de uma forma política e pacífica diante das injustiças. - O evento é importante para que uma atrocidade como aquela não se repita. Infelizmente ainda acompanhamos este tipo de crime como é o caso do menino Juan, assassinado recentemente em Nova Iguaçu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário